12ABR2012

Grande Prova de Vinhos de Portugal novamente em Belo Horizonte

A capital mineira recebe, mais uma vez, com a hospitalidade que lhe é tradicional, a "Grande Prova de Vinhos de Portugal". O evento acontece no próximo 27 de abril, no Hotel Quality Afonso Pena, das 15h30 às 20h30, e conta com a presença de produtores da Região da Beira Interior e da Federação Nacional das Adegas Cooperativas de Portugal (Fenadegas), sendo a Fenadegas representante de cooperativas de boa parte das regiões vitivinícolas portuguesas. Promovida pela "Vinhos de Portugal", instituição sem fins lucrativos criada em 2010 exatamente para divulgar internacionalmente a qualidade dos vinhos lusitanos, a degustação, oferecida para convidados, é uma oportunidade para jornalistas, formadores de opinião, importadores, sommeliers e outros profissionais de hotelaria e restaurantes conhecerem e provarem alguns dos melhores vinhos finos e de mesa portugueses. Vinhos que, em sua maioria, ainda não podem ser encontrados no mercado brasileiro.

A "Grande Prova de Vinhos de Portugal" acontece em meio à polêmica gerada pelo pedido feito por instituições representativas do setor vitivinícola brasileiro ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio pela Salvaguarda do produto nacional em relação ao vinho estrangeiro. Enquanto o governo brasileiro estuda a real necessidade do protecionismo, produtores portugueses ainda acreditam que o Brasil é um dos mercados externos prioritário. De acordo com Carlos Ávila, executivo de contas da Opal Publicidade em Portugal, empresa responsável pela produção do evento, os consumidores brasileiros estão mais atentos às marcas, qualidade, preço e país de origem dos vinhos. "Existe uma grande familiarização com os vinhos portugueses no Brasil, que apresentam uma excelente qualidade e preços justos", diz.

Números dos vinhos portugueses no Brasil

O fato de o Brasil estar figurando entre as dez maiores economias mundiais, não impede que o consumo de vinho per capita ainda seja baixo, aproximadamente dois litros, enquanto na Argentina, cada pessoa bebe uma média de 37 litros de vinho por ano. A falta de hábito é certamente um dos fatores que influenciam esse número, mas os produtores portugueses estão interessados em um mercado em potencial expansão. O que pode ser comprovado com os números de exportações de vinhos portugueses para o Brasil em 2011: segundo o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento Territorial de Portugal, o Brasil é o quarto país no ranking de exportações de vinhos no que diz respeito a valores, abocanhando aproximadamente 6,6% do total do valor de vinhos exportado, perdendo somente para Angola, Reino Unido e França. No último ano, o crescimento de exportação de vinhos portugueses para o Brasil foi de 18,7%, em termos de valores, e 14,1%, em termos de volume, em relação a 2010. Foram mais de oito milhões de litros da bebida do país da Península Ibérica consumidos pelo país da América do Sul, o que representaram aproximadamente ? 23,5 milhões. Os números no Brasil também são favoráveis aos vinhos portugueses. No ano passado, de acordo com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), a importação de vinhos estrangeiros cresceu 3% em relação a 2010, sendo que os vinhos de origem portuguesa ocupam o quarto lugar no ranking de importações, atrás de Chile, Argentina e Itália.

A degustação

A "Grande Prova de Vinhos de Portugal" será composta por 10 produtores portugueses. Da região vitivinícola da Beira Interior, estarão presentes representantes da Adega do Fundão, Quinta dos Currais, Quinta dos Termos, 2.5 Vinhos de Belmonte e Sabe. Já os produtores da Adega Vermelha, da Adega Cantanhede, da Caves Vale Rodo, do Pegões e da Vercoope são os representantes da Fenadegas. Os presentes poderão degustar vinhos brancos, tintos, roses, vinhos verdes, vinhos do porto, espumantes e moscatel. O evento tem o apoio da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - Minas Gerais, da Sociedade Brasileira dos Amigos do Vinho - Minas Gerais (Sbav) e da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS).

Beira Interior

A Denominação de Origem Beira Interior foi criada a 2 de Novembro de 1999, resultado da aglutinação das regiões de Castelo Rodrigo, Cova da Beira e Pinhel. Tem um passado histórico que remonta à fundação da nacionalidade portuguesa e está localizada no interior centro de Portugal. São certa 16 mil hectares de vinhas e uma grande variedade de castas. Destacam-se nas brancas a Síria, Fonte Cal, Malvasia e Arinto e, nas Tintas, a Rufete, Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz.

Os vinhos são influenciados pelas serras que rodeiam os vinhedos e pela altitude das culturas, com variações entre 400 e 700 metros. Os solos são de origem granítica, em sua maioria, sendo o restante xistoso. O clima da região é agreste, com temperaturas negativas, no inverno, e verões muito quentes e secos. Dessa combinação, resultam vinhos brancos de grande exuberância aromática e muita frescura e, nos tintos, aromas complexos de frutos silvestres e especiarias, aliados a uma frescura marcante.

Esta região produz vinhos brancos, tintos, rosados e palhetes, bem como espumantes naturais de qualidade. A grande variedade de castas que têm permitido a descoberta constante de novos aromas e sabores. Nos últimos anos, tem-se dado nesta região uma grande evolução relativa ao aumento do número de produtores e à qualidade dos seus vinhos.

O região da Beira Interior continuará apostando no mercado nacional para dar mais visibilidade à região e cimentar a posição nos mercados internacionais, com especial ênfase para o Brasil e EUA.

Fenadegas

A Fenadegas representa um grupo de adegas cooperativas que começaram a promover os seus vinhos há mais de doze anos no mercado brasileiro. Esse grupo representa um global de 27 adegas associadas que correspondem aproximadamente a 20% da produção de Portugal. Possui uma média anual de volume de negócios na ordem dos ? 86,5 milhões, dos quais 13% são para exportação. A produção média ronda os 110 milhões de Litros numa área de vinho de aproximadamente 22 mil hectares. Essas adegas são modernas, competitivas e têm a sua própria história no que concerne à tradição e terroir na área da produção do vinho.

Serviço:
Grande Prova de Vinhos de Portugal
Quando: 27 de abril, sexta-feira, das 15h30 às 20h30
Onde: Hotel Quality Afonso Pena - av. Afonso Pena, 3751 - B. Mangabeiras - Belo Horizonte
Informações pelo e-mail secretaria@camarabrasilportugal.com.br

Assessoria de Imprensa:
Ana Fazito - Vfazitto Comunicação
31 3463-4381 / 8808-3503


VFazitto - 12/04/2012

Rua Tupis, 38, sala 1006, Centro, CEP 30190-901, Belo Horizonte, MG, Tel: (31) 3463-4381